carmen

A função renal envolve três principais e importantes funcionalidades, nomeadamente a função excretora, endócrina e metabólica, que podem estar comprometidas com o aparecimento de doença renal. A perda dessas funcionalidades obriga a alterações no estilo de vida cruciais para a recuperação e manutenção dos sinais e sintomas clínicos adjacentes. Os tratamentos passam por uma terapia medicamentosa e restrição dietética numa fase pré-dialítica ou posteriormente a implementação de terapêuticas substitutivas da função renal que incluem designadamente hemodiálise, diálise peritoneal e transplante renal.

Uma terapêutica nutricional adequada, ou seja, aquela que agrega um conjunto variado de características individuais no sentido de atender a todas as necessidades nutricionais, representa aqui um importante papel no tratamento da doença e manutenção do bem-estar do paciente.

No doente renal os objectivos nutricionais assentam na prevenção de défices nutricionais e manutenção de uma óptima ingestão de nutrientes necessários, no controlo do edema e desequilíbrio hidroelectrolítico, na prevenção ou retardo do desenvolvimento de outras situações decorrentes da doença renal e finalmente na capacitação do paciente para a ingestão de uma dieta adequada ao seu estilo de vida, palatável e atraente.

Sendo a terapia nutricional uma parte integrante e fundamental no tratamento do Doente Renal Crónico, celebro aqui o compromisso de esforço máximo, contribuindo com a minha disponibilidade e dedicação atendendo sempre às necessidades individuais de cada paciente no sentido de os capacitar para as escolhas mais adequadas que contribuirão para a melhoria contínua da sua qualidade de vida e progressão positiva da sua condição.

(2010)

Drª Carmen Guerra
cguerra@frp.org.pt